Notícias de Mercado

24/07/19

Varejo precisa da tecnologia e da inovação para mudar a jornada do cliente

O varejo catarinense carece de inovação e tecnologia. Isso é o que aponta o mapeamento realizado no estudo “Cenário Tecnológico do Setor Supermercadista de Santa Catarina”, em produção pela Associação Catarinense de Tecnologia (Acata) e Associação Catarinense de Supermercados (Acats).

 

A iniciativa integra o Termo de Cooperação para um Ecossistema de Inovação no Varejo em Santa Catarina, assinado na última edição da Exposuper, em Joinville no mês de junho. O objetivo é compreender a fundo as dores e necessidades do setor supermercadista, um dos que mais movimentam a economia, além de ser um dos mais presentes no dia a dia das pessoas.

 

O acordo assinado com a Acats foi simbólico e importante para os dois segmentos, tanto da tecnologia quanto dos supermercadistas. O varejo é um segmento complexo e precisando da tecnologia e da inovação para mudar a jornada do cliente: desde quem efetivamente frequenta as lojas físicas, até os usuários que compram online.

 

Durante a Exposuper 2019 ficaram evidentes essas questões e o quanto os dois universos precisam se aproximar. Em Santa Catarina, diversas são as empresas de tecnologia que desenvolvem soluções voltadas ao segmento de varejo. O nosso objetivo com o mapeamento dessas dores é identificá-las e aproximar essas duas pontas.

 

A rotina no comércio traz diversos desafios, principalmente no que tange as questões operacionais. A dificuldade encontrada está em todos os portes de varejos, mas o pequeno e o médio ainda são os que mais penam para conseguir inovar. Por isso, vamos levar ao evento Inova+Ação, no dia 1º de agosto, a Vertical Varejo da Acate com a trilha de conteúdo “Tecnologia para o Pequeno Varejo”. Serão cinco profissionais do setor, representando startups de diversos estágios, que irão apresentar soluções e ideias inovadoras para o público de empreendedores.

 

O Inova+Ação permite ao varejista ter contato com ideias novas, que muitas vezes ele não havia pensado ser possível de aplicar no seu negócio, visto que tem baixo orçamento e raramente contam com equipe de tecnologia. A participação da Vertical Varejo da Acate traz muito forte essa conexão entre os empreendedores e as iniciativas de tecnologia que se propõem a melhorar a operação do dia a dia.

 

Atualmente está sendo conduzida uma série de entrevistas qualitativas por todo o Estado, sobre a opinião dos empreendedores do pequeno, médio e grande varejo. Primeiramente, mapeamos as dores e necessidades do ecossistema de supermercados em Santa Catarina para, então, começar a agir.

 

Fonte: NSC Total