Notícias de Mercado

16/07/19

Varejo brasileiro deve perder fôlego em 2019 e crescer só 1%

“É um resultado fraco e um indicativo de que a economia parou de se recuperar. É um número bem inferior aos 2,3% de 2018 e aos 2,1% de 2017”, diz o economista da ACSP Marcel Solimeo. Ele lembra que, em maio, o varejo cresceu 1,3% na variação em 12 meses, segundo o IBGE. “Pela projeção da ACSP, os números irão arrefecer até atingir o resultado de 1,1% em dezembro”. Ele lembra que, no começo do ano, as expectativas de alta para o setor estavam na faixa entre 2% e 3%. Ele conclui lembrando que só a venda de remédios e alimentos tem saído relativamente ileso, por serem itens de necessidade básica.

 

Fonte: DCI