Notícias de Mercado

05/11/19

Preços da indústria sobem 0,45% em setembro e têm 2ª alta seguida

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação dos preços dos produtos na "porta das fábricas", sem impostos e frete, avançou 0,45% em setembro, resultado inferior ao observado em agosto (0,91%), segundo informou nesta terça-feira (5) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Esta é a segunda alta seguida, depois de duas quedas consecutivas em junho (-1,13%) e julho (-1,20%), sendo que em agosto houve variação de 0,92%. No acumulado no ano, os preços subiram 2,94% e, em 12 meses, caíram 0,99%. 

Segundo o IBGE, a alta em setembro foi pressionada pelo aumento dos preços do diesel, gasolina e óleos combustíveis e dos alimentos.

 

Em setembro, das 24 atividades pesquisadas, 17 apresentaram alta de preços. 

As quatro maiores altas foram nas registradas nas indústrias extrativas (-10,49%), refino de petróleo e produtos de álcool (3,64%), outros equipamentos de transporte (1,85%) e fumo (1,69%). Já em termos de peso no índice geral, os destaques foram nas indústrias extrativas (-0,56 p.p.), em refino de petróleo e produtos de álcool (0,36 p.p.), em alimentos (0,23 p.p.) e em outros produtos químicos (0,08 p.p.).

 

"O setor de alimentos foi influenciado pelos aumentos dos preços do óleo de soja, carnes bovinas e açúcar, especialmente devido à depreciação do real frente ao dólar", destacou o IBGE.

 

Fonte: G1 - Economia