Notícias de Mercado

05/11/19

Black November, um mês inteiro de oportunidades

O mês de novembro fica marcado pelas ofertas da Black Friday, um movimento que no varejo proporciona muitas vendas. Observando esse movimento, muitas empresas criaram ações que vão além da "sexta-feira negra", e assim surgiram outras ações, tais como: a Black Week e a Black November.

 

No caminho de criar um período de oportunidades, empresas que atuam no mercado B2B - business to business - fazem ações que visam gerar oportunidades de negócios e movimentar as vendas também no mercado de vendas, via Revendas de Tecnologia.

 

Um exemplo é a Officer, Distribuidora de Produtos de Tecnologia. "Decidimos aproveitar o movimento promocional do varejo no mês de novembro e criamos uma ação voltada ao nosso mercado de Revendas de Tecnologia, dando condições para eles participarem também deste momento" informa Christina Katselakis, gerente de marketing da Officer Distribuidora.

 

Negociações junto a fornecedores são a chave para bons negócios

 

Para conseguir bons resultados em uma ação de vendas, alguns fatores se tornam chave, tais como: preços e condições diferenciadas, disponibilidade de estoque, boa logística e, principalmente, um atendimento diferenciado.

 

Para atuar em um mês inteiro de ofertas, a Officer Distribuidora efetuou uma operação de negociação intensa com os seus principais fornecedores de tecnologia. Com isso, durante o Black November, a empresa informa que irá disponibilizar diversos produtos com preços muito atraentes e condições diferenciadas, tanto no televendas quanto em seu e-commerce. Entre as marcas distribuídas pela Officer estão a Acer, AMD, AOC | Philips, APC, Asus, Avast | AVG, Bematech, Christie, Cis, Corel, Custom, Datalogic, Diebold, DIMEP, Eaton, Elgin, Epson, Gertec, Honeywell, HP, Jetway, Kingston, Lenovo, Menno, Microsoft, Perto, Samsung, SMS, Tanca, Thermaltake, WD e a Zebra.

 

Black Friday 2019 será maior

 

Neste ano, a Black Friday será no dia 29 de novembro. Segundo a consultoria Provokers, que efetuou uma pesquisa encomendada pelo Google, a Black Friday 2019 será maior, mais complexa e com maior interação entre os canais de vendas físicos e digitais.

 

A intenção de compra mostra um aumento de 58% em relação a 2018 e gasto médio dos consumidores estimado em R$1.330. A pesquisa aponta que aproximadamente 69% dos consumidores já definiram que categoria irão comprar e só aguardam a data para isso.

 

Conhecida por 99% dos internautas, o hábito de pesquisar é comum para o planejamento de compras. Grande parte dos consumidores (79%) sempre pesquisam antes de comprar e parte deles (24%) informam que pesquisam após a compra, para certificar que fizeram uma boa compra.

 

Conveniência ou preço? É melhor oferecer os dois

 

No varejo, os consumidores buscam descontos, mas a experiência de compra é o que muitas vezes fideliza o cliente. 

Em 2018, constatou-se que 71% dos consumidores fizeram uma compra em lojas diferentes do que costumam comprar e, em 2019, esse número sobe para 84%. O mais interessante desse movimento é que apenas 33% deles compraram em algum varejista que não conheciam ou nunca tinham ouvido falar na Black Friday de 2018. 

E a expectativa para a Black Friday de 2019 é que o número de compradores em lojas físicas deve se igualar ao online, conforme uma pesquisa do Google.

 

Atendimento como vantagem competitiva

 

O atendimento é sempre um diferencial apontado nas pesquisas sobre processos de compra. Com isso, muitas empresas atraem seus clientes com preços e ofertas, e o atendimento se torna um grande diferencial para a experiência de compra, o que faz com que grande parte dos clientes retornem ou recomendem a loja ou empresa.

 

No mercado de B2B, o atendimento acaba sendo um diferencial competitivo, pois as compras são feitas de forma mais racional do que emotiva. Treinamento, conhecimento técnico e capacidade de negociação são elementos fundamentais para um atendimento diferenciado no mercado B2B.

 

"Nos últimos anos, fizemos um alto investimento em tecnologia, para melhorar o fluxo dos nossos processos, além de capacitação técnica e comercial de nossa equipe. Para atender nossas 7 mil revendas ativas espalhadas por todo o Brasil, o relacionamento se tornou nosso grande diferencial" confirma Luciano Kubrusly, CEO da Officer Distribuidora.

 

"O preço é e sempre será importante, mas a experiência de compra é o que diferencia e gera recompra para as empresas. Investimos tempo no atendimento, que não é apenas a venda, mas sim todo o processo de compra, desde seu início até a entrega no cliente.", complementa Luciano. 

Neste cenário, a atenção ao atendimento e a qualidade das equipes comerciais ganham maior destaque, se tornando um elemento diferenciador no processo de decisão de compra.

 

O Officer Distribuidora

 

A Officer, distribuidora brasileira de produtos de tecnologia, tem mais 30 anos de história e atua com destaque no setor brasileiro de distribuição de TI, sendo uma das principais do mercado. 

A empresa conta atualmente com uma equipe de especialistas em tecnologia que atendem a mais de 7.000 revendas em todo o Brasil, além da venda pelo site, exclusiva para revendedores cadastrados. 

Com escritório localizado em São Paulo, atende seus Revendedores por centros de distribuição localizados em São Paulo e Espírito Santo.

 

Fonte: Dino