Notícias de Mercado

09/10/19

Black Friday: gasto médio do consumidor deve ser de R$ 1.300, aponta pesquisa do Google

Os consumidores também estão cada vez mais preparados para realizar essas compras: 69% já sabem que categoria vão comprar, e o gasto médio dos consumidores deve ser de R$ 1.300,00.

 

O Google divulgou nesta terça-feira (8) dados inéditos de uma pesquisa sobre o comportamento do consumidor brasileiro na Black Friday. A pesquisa, encomendada pela empresa e realizada pela Provokers, ouviu 1.500 consumidores online de todas as regiões do país, em julho de 2018.

Mais que um dia

 

A cada ano, o evento se transforma em algo maior que um dia: 76% dos consumidores entendem que a Black Friday é mais do que só quinta e sexta-feira, incluindo não só os dias anteriores e posteriores, mas também o mês de novembro inteiro.

 

Essa edição também deve ser marcada pela expansão de sortimentos. Smartphones, eletroeletrônicos, moda e beleza eram as categorias mais compradas pelos brasileiros. Porém, segundo a pesquisa, 87% dos consumidores pretendem comprar mais de uma categoria de produtos em 2019, com média de 6,5% categorias por consumidor. Em 2018, eram apenas 3,9 categorias.

 

A expansão de sortimentos representa uma oportunidade para novas indústrias e serviços, com destaque para as categorias com maior crescimento de intenção de compra — comparando 2018 e 2019.

 

·         Veículos + 300%

·         Plano de celular + 250%

·         Bebidas não alcoólicas + 200%

·         Serviços financeiros  + 200%

·         Imóveis + 200%

·         Alimentos + 150%

·         Cursos + 133%

 

Outro dado interessante é que 71% dos entrevistados afirmam terem feito pelo menos uma compra na Black Friday de 2018 em lojas diferentes do que costumam comprar. Em 2019, o percentual sobe para 84%.

 

No entanto, apenas 33% deles compraram em algum varejista que não conheciam ou que nunca tinham ouvido falar. Por isso, é importante que o varejista trabalhe a construção da sua marca antes do início da temporada, aconselha José Melchert, head de indústria e varejo do Google.

 

Construindo uma marca forte

 

Fazer o que ainda não foi feito, baseado no atributo mais forte e que diferencia a sua marca. “A construção não acontece só na data, mas sim durante toda a temporada. O consumidor fornece o tempo todo sinais de intenção do que procura, do que não gosta, se gostou do anúncio etc. É fundamental estabelecer a conexão antes da data”, afirmou Melcher.

 

Ainda segundo a pesquisa, 28% dos e-shoppers brasileiros têm o app do seu varejista favorito instalado. Por isso que criar condições especiais para transações via app durante a Black Friday é tão importante para continuar o relacionamento após a data e evitar as altas taxas de desinstalação.

 

Fonte: E-Commerce Brasil