Notícias de Mercado

31/10/19

ABRAS parabeniza Senador Sérgio Petecão pelo PL que visa a venda dos Mips no setor

  

 (Esq.p/Dir.) Senador Sérgio Petecão e presidente João Sanzovo

 

O vice-presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), Maurício Ungari da Costa, e a coordenadora de Relações Institucionais, Ana Luiza Darós, estiveram nessa semana no gabinete do senador Sérgio Petecão (PSD/AC) para apoiar o seu mais recente Projeto de Lei 5455/2019, que visa a venda de medicamentos sem prescrição (Mips) nos supermercados, proporcionando maior acesso e comodidade à população.

 

A iniciativa foi elogiada pelo presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, que também esteve com o senador Sérgio Petecão recentemente, em Brasília, falando sobre a importância da pauta no Senado. "Agradecemos e parabenizamos o senador por colocar a população em primeiro lugar e pela sabedoria de ter enxergado o cunho social da venda de medicamentos seguros nos supermercados. Isso proporcionará maior acesso de pessoas que vivem em pequenas cidades e vilas, em localidades distantes, que, já possuem pequenos mercados, e que muitas vezes, necessitam se deslocar por quilômetros até uma farmácia mais próxima para tratar de sintomas como dor de cabeça, febre, dor de estômago."

 

Sanzovo destaca ainda a responsabilidade da entidade nacional ao considerar a venda dos Mips no setor como uma das pautas principais da entidade. "A Abras é uma das mais fortes e representativas entidades de classe do país, com 51 anos de atuação, e jamais apoiaria qualquer medida que colocasse em risco a saúde dos brasileiros. Não podemos permitir que a população seja enganada com informações divulgadas por pessoas que têm apenas o interesse financeiro nessa questão e não estão preocupados em gerar mais qualidade de vida para os nossos consumidores. Estudamos a venda dos medicamentos seguros pelo setor com muito cuidado, com pesquisas e buscando escutar todas as partes envolvidas."

 

O presidente destaca ainda que o setor supermercadista é responsável por 90% de todo alimento comercializado no país e que a segurança é e sempre foi uma prioridade em todos os aspectos dessa comercialização. "Os supermercados lidam diariamente com produtos perecíveis e sensíveis, e passam por detalhadas fiscalizações da vigilância sanitária. Os Mips são extremamente seguros, tanto que sua venda nas farmácias é livre e não exige a apresentação de receita médica, e sua exposição nas gôndolas é sem qualquer restrição à compra. A população será a maior beneficiada dessa demanda, principalmente com a quebra da reserva de mercado, que fará o preço desses medicamentos diminuir."


Mips no setor


Os supermercados comercializaram os Mips de 1994 a 1995 e, de acordo com levantamento do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, não ocorreu aumento do número de intoxicações no período em que os supermercados venderam os Mips. Além disso, os preços de muitos medicamentos caíram em média 35%, de acordo com pesquisa da A.C Nielsen - Index de preços (1995), com destaque para os analgésicos e antitérmicos.

 

 


Redação Portal ABRAS