Notícias de Mercado

31/05/19

Vendas dos supermercados acumulam crescimento de 2,26%

O setor supermercadista brasileiro acumula, até abril, alta real de 2,26% - deflacionadas pelo IPCA/IBGE, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade. No mês passado, as vendas apresentaram queda real de -2,42% na comparação com março e alta de 8,05% em relação a abril de 2018.

 

“A queda mensal foi influenciada pelo efeito calendário. Em março, tivemos um final de semana a mais que em abril. Pode parecer pouco, mas as vendas dos supermercados apresentam grande concentração nesses dias. No acumulado, após o efeito calendário da Páscoa, o fechamento do quadrimestre apresentou resultado positivo, voltando ao patamar do primeiro bimestre de 2019, acima dos 2,00%”, destaca o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto.

 

Sanzovo ressalta, ainda, que, como é feito tradicionalmente pela entidade, no mês de julho a ABRAS irá divulgar o fechamento das vendas do primeiro semestre, e também, se irá manter ou revisar a projeção inicial de crescimento do setor para o ano, de 3,00%.

 

 

Abrasmercado

 

Em abril, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou alta de 0,61%, passando de R$ 482,07 para

R$ 485,03. No acumulado dos últimos 12 meses (abril 2019/abril 2018), a cesta apresentou crescimento de 10,10%.

 

 

As maiores quedas de preço no mês de março foram registradas nos produtos: feijão, farinha de mandioca, açúcar e desinfetante. As principais altas foram nos itens: tomate, cebola, ovo e batata. Confira a tabela abaixo:

 

 

 

Regiões

 

No mês de abril, a única região que apresentou queda no preço da cesta Abrasmercado foi a Sudeste, -0,45%, com o valor de R$ 473,78, impulsionada pela Grande Rio de Janeiro. A maior variação foi registrada na Região Sul, 2,41%, chegando a R$ 532,79, impactada, principalmente, pela Grande Porto Alegre, que registrou alta de 2,77% nos preços. Confira mais informações e as tabelas na apresentação anexa.

 

 

Histórico do indicador Abrasmercado:

 

 

 

  *Abrasmercado não é a cesta básica, mas, sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

 

Índice de Confiança

 

No último bimestre (março/abril), o Índice de Confiança do Supermercadista, elaborado pela ABRAS em parceria com a GfK,  chegou a 57,9 pontos, o que representou uma queda de 1,4%, na comparação com a análise realizada no primeiro bimestre do ano. A expectativa dos empresários na melhora das empresas para os próximos seis meses também teve queda, alcançando o índice de 71% ante 75% registrados na última pesquisa.

As indefinições políticas e econômicas enfrentadas no início do novo governo, e a necessidade da aprovação da Reforma da Previdência são alguns fatores que impactaram no resultado. Mesmo assim, as perspectivas continuam bem superiores quando comparadas ao mesmo período do ano passado.

 

 

Clique aqui e acesse a apresentação na íntegra

 

Redação Portal ABRAS