Notícias de Mercado

28/01/19

Tomate: Excesso de oferta pressiona significativamente cotações

 

Os preços do tomate salada longa vida despencaram nos últimos dias, pressionados pela oferta elevada do fruto, que, por sua vez, é reflexo do forte calor (que acelera a maturação) e da concentração da safra de verão. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, em Caçador (SC), produtores estão descartando os tomates já maduros. Além de acelerar a maturação, o clima quente e as chuvas prejudicam a qualidade dos tomates, visto que favorecem o aparecimento de machas e a incidência de doenças.

 

As desvalorizações mais expressivas foram registradas na Ceagesp de São Paulo e na Ceasa de Campinas (SP), onde a caixa com 20 quilos do salada longa vida teve respectivas médias de R$ 38,00 e de R$ 39,00 entre 21 e 25 de janeiro, quedas de 31% e de 25% frente ao preço médio da semana anterior. De acordo com atacadistas consultados pelo Hortifruti/Cepea, os tomates que chegaram aos atacados mais maduros foram comercializados por até R$ 5,00/cx.

 

Fonte: Cepea