Notícias de Mercado

24/04/19

Reforma da Previdência domina discursos na abertura da 39 ª Convenção ABAD

  

 

 

Presidente da ABAD, Emerson Destro

 

 

Deputado federal e presidente da Frente FCS, Efraim Filho

 

 

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto, participou da solenidade de abertura da 39ª ABAD - Convenção Anual do Canal Indireto, promovida pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores, que reuniu empresários e políticos, na noite de terça-feira (23/4), no Bourbon Convention Resort, em Atibaia (SP). O vice-presidente da ABRAS, João Galassi também acompanhou a cerimônia. A reforma da Previdência dominou os discursos, que começou com o presidente da ABAD e anfitrião do evento, Emerson Destro, destacando a reforma como alavanca para o crescimento e a evolução do Brasil. "A nova Previdência contribuirá com a estabilidade econômica, com a melhoria do ambiente de negócios e redução dos gastos públicos, e elevará a capacidade do País de atrair investimentos."


Destro também ressaltou a necessidade de uma reforma tributária que facilite a vida dos empresários brasileiros. "O foco inicial é a simplificação, e em um segundo momento precisamos buscar a redução da carga tributária que permita que o setor produtivo redirecione recursos para o desenvolvimento dos seus negócios".
O presidente da ABAD falou ainda da importância da autorização da comercialização dos medicamentos isentos de prescrição médica (Mips) pelo varejo, uma das principais demandas da ABRAS para 2019.


No evento, o presidente Emerson Destro entregou documento ao subsecretário do Desenvolvimento de Comércio e Serviços da Secretária de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Fábio Augusto Pina, com propostas elaboradas pela ABAD e suas estaduais para iniciativas de desburocratização que visam impulsionar a atividade empreendedora no País.


Em seu pronunciamento, Pina, que representou o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Alexandre, disse que a Secretaria está à disposição para ouvir as propostas do empresariado, e falou da relevância da política do governo federal focada na simplificação e diminuição da máquina pública, e também destacou a reforma da Previdência como uma grande e necessária batalha que o Brasil precisa vencer. "Precisamos muito do apoio de todos. E com a aprovação da reforma iremos abrir espaço para começar a discutir um novo modelo tributário. Estamos também, trabalhando em várias ações e medidas, para a indústria e comércio, de simplificação que possam ser resolvidas mais rapidamente, sem precisar passar pelo Congresso."


O diretor de programas da Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Felipe Portela, representou o secretário Rogério Marinho na solenidade. E também reforçou que a Previdência Social atual está insustentável. "Poucas pessoas acreditam que não há necessidade de uma nova Previdência. É um tema difícil, que mexe com a vida das pessoas, mas que não pode ser visto como uma pauta de governo, e sim do País. É o caminho para um Estado mais leve e mais produtivo."


Na sequência, o presidente da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS), George Pinheiro, que é também presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), falou da força do setor de comércio e serviços no País e complementou em seu discurso que a aprovação da reforma da Previdência vai tirar o Brasil da "paralisia" e que o apoio do setor será fundamental nesse processo. "A reforma é grandiosa na questão de combate aos privilégios, e os ajustes devem ser feitos com muito debate e sabedoria."


O último a falar no evento foi Efraim Filho, deputado federal (DEM-PB) e presidente da Frente Parlamentar do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (FCS), que destacou a gestão do presidente Jair Bolsonaro como uma mudança de paradigma para um Brasil melhor, e pontuou a comunicação como principal forma de desmistificar a reforma da Previdência, considerada pelo deputado como uma das principais ações do governo rumo ao crescimento econômico. "Não existe velha e nova política, existe a boa política, e é isso que estamos fazendo. A nova Previdência irá diminuir privilégios e fazer justiça. Quem ganha mais pagará mais, quem ganha menos, pagará menos. Essa reforma mexe com a vida das famílias, e as diferentes realidades de trabalho precisam ser consideradas. Não há mais margem para retrocesso, precisamos avançar".


UNECS

Da UNECS também participaram do evento: o presidentes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP), Nabil Sahyoun, e da Associação Brasileira de Automação para o Comércio (AFRAC), Zenon Leite.


Convenção ABAD

A Convenção ABAD 2019, realizada pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores, acontece até amanhã (25), no Bourbon Atibaia (SP). Durante o evento diversas personalidades do cenário político e empresarial irão debater, por meio de painéis, assuntos ligados à economia, negócios e tendências de consumo.



Natália Lima, de Atibaia