Notícias de Mercado

21/01/19

O frango abatido no varejo em 2018 segundo o PROCON-SP

Em sua análise anual sobre o comportamento dos produtos integrantes da cesta básica no varejo da cidade de São Paulo, o PROCON-SP conclui que o frango resfriado registrou aumento de 20,78%, pois seu preço médio, de R$5,39/kg em 26 de dezembro de 2017, passou para R$6,51/kg na mesma data de 2018.

 

O que deveria ter sido dito é que “no final de 2018, o frango resfriado foi adquirido por valor 20,78% superior ao de um ano antes, na mesma data”. Pois, na verdade, em 2018 os preços do frango não tiveram a elevação declarada pelo PROCON-SP. E o gráfico divulgado pelo próprio órgão, reproduzido abaixo pelo AVISITE, deixa isso muito claro.

 

Nos cinco primeiros meses do ano os preços registrados ficaram sensivelmente aquém dos alcançados em idênticos meses de 2017 – uma queda de preços que o PROCON-SP explica ser decorrência das restrições à exportação brasileira. Nesse período, o preço médio do frango resfriado girou em torno de R$5,11/kg, valor quase 10% menor que o alcançado nos mesmos cinco meses de 2017.

 

“Já no segundo semestre, com a diminuição da produção, os preços voltaram a aumentar”, diz o PROCON-SP. Mas sem atingir o índice de aumento apontado pelo órgão. Pois, mesmo considerando que o preço de junho foi artificialmente impulsionado pela greve dos caminhoneiros, o preço médio registrado nos sete meses entre junho e dezembro foi de R$6,14/kg, valor cerca de 12,5% superior aos R$5,46/kg de idênticos meses do ano anterior.

 

Repetindo, pois: pelos valores do próprio PROCON-SP, em 2018, no varejo paulistano, o frango resfriado aumentou 3,2% (por sinal, depois de ter recuado 4,9% em 2017), resultado mais condizente com o índice de aumento registrado pelo IBGE na região metropolitana de São Paulo, 4,8%.

 

A despeito da correção, não deixa de ser oportuno observar que o altíssimo índice observado pelo PROCON-SP em dezembro de 2018 só ocorreu porque um ano antes, em dezembro de 2017, o preço do frango resfriado retrocedeu a um dos menores níveis daquele ano, somente superando os valores registrados em julho e agosto.

 

Fonte: AviSite