Notícias de Mercado

25/03/19

Lucro da Lojas Americanas cai 4,2%

A Lojas Americanas encerrou o quarto trimestre de 2018 com lucro líquido de R$ 272,8 milhões, o que representa uma queda de 4,2% sobre os R$ 284,7 milhões apurados um ano antes.

 

O resultado do ano foi de R$ 380,5 milhões, 60,1% maior que em 2017. Os números são os mesmos tanto no critério consolidado quanto da controladora.

 

A receita líquida no critério da controladora alcançou R$ 3,990 bilhões, alta de 10,2% sobre o quarto trimestre de 2017; já o dado consolidado foi maior, de R$ 5,918 bilhões, avanço de 9,7% na mesma comparação. No ano, a receita foi de R$ 11,349 bilhões na controladora, alta de 11,4%, e R$ 17,689 bilhões no consolidado, 8,2% maior do que em 2017.

 

No quarto trimestre, houve crescimento de 7,3% da receita líquida no conceito "mesmas lojas" (abertas há pelo menos doze meses) em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, ao passo que no ano o aumento foi de 8,2% do indicador sobre 2017.

 

A companhia destaca que em 2018 teve recorde de inaugurações, 196 novas lojas, fechando o ano com 1,490 mil lojas em 595 cidades. Em 2019, o plano "85 anos em 5 - Somos Mais Brasil" deve ser finalizado, com a abertura de 800 lojas desde 2015.

 

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da controladora somou R$ 893,5 milhões, 5,2% de alta, com margem de 22,4%, 1 ponto percentual abaixo do quarto trimestre de 2017. No exercício anual, o Ebitda ajustado foi de R$ 2,361 bilhões, 7,4% superior a 2017, com margem de 20,8%, 0,8 p.p. menor que em 2017.

 

No demonstrativo consolidado, o indicador do trimestre é de R$ 1,059 bilhão, alta de 5,3%, e com margem de 17,9%, 0,8 ponto percentual menor que no quarto trimestre de 2017. No ano, alcançou R$ 2,791 bilhões, avanço de 8,2%, e margem Ebitda ajustada estável, em 15,8%.

 

O resultado financeiro líquido da controladora foi uma despesa 0,6% menor no trimestre, de R$ 258,4 milhões, e 17,8% menor no ano, para R$ 850,3 também negativos, segundo os dados divulgados ontem. No consolidado, a despesa financeira líquida do quarto trimestre cresceu 10,9% e atingiu R$ 411,3 milhões. Quando avaliado os 12 meses de 2018, houve retração de 13,8%, para uma despesa que somou R$ 1,413 bilhão.

 

Acumulado do ano

 

Por sua vez, no acumulado em 2018, a receita bruta foi 11,5% superior, totalizando R$ 12,96 bilhões. “Apesar do cenário desafiador de retomada, a companhia acredita que a combinação do amplo mix de produtos, baixa concentração de vendas nas diversas categorias ofertadas dentro das lojas, potencial de expansão e modelo múltiplo e complementar geram oportunidades de ganho de mercado”, afirmou a empresa, em comunicado.

 

Para 2019, a Lojas Americanas se mantém otimista com as oportunidades de crescimento “a serem apresentadas pelo varejo brasileiro com a retomada do crescimento econômico e reitera sua confiança no desenvolvimento do país”, avalia a administração.

 

Fonte: DCI