Notícias de Mercado

15/10/18

Leite é o produto que mais subiu de preço em 2018

O leite longa vida é o produto que mais subiu de preço no ano, segundo a cesta de preços monitorados pelo IBGE no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). A alta média no país do preço do leite no acumulado do ano até setembro é de 30,46%, nove vezes acima da inflação registrada no período, que foi de 3,34%.

 

Em São Paulo, Rio e Distrito Federal, os aumentos foram maiores, de 37,04%, 31,95% e 31,14%, respectivamente. A escassez de chuvas, a crise na safra na Argentina, que deixou o milho (usado na ração das vacas) mais caro e a alta do dólar ajudou a puxar os preços.

 

A greve dos caminhoneiros, que durou 11 dias em maio e levou ao descarte de mais de 600 milhões de litros de leite, também motivou o encarecimento do produto. O aumento no ano seria até maior não fosse a queda observada em setembro, de 6,81%. O recuo se deve ao aumento da produção, tradicionalmente maior no segundo semestre.

 

Entre os itens que mais pesam no bolso está também o preço da energia elétrica, que ficou, em média, 15,41% mais cara no ano até setembro.

 

Fonte: Destak