Notícias de Mercado

21/03/19

Flexibilidade frente às mudanças é chave para crescer e não perecer

 

Por Giseli Cabrini, do Rio de Janeiro

 

 

 

O acirramento da concorrência entre canais varejistas, as mudanças nos hábitos dos consumidores e a disseminação de novas tecnologias exigem cada vez mais flexibilidade do setor supermercadista. Isso vale até mesmo para o atacarejo, que fora do Brasil tem um formato um pouco diferenciado: a loja de desconto, já está se transformando no sentido de oferecer mais do que preço baixo para o consumidor lá fora e aqui.

           

“Para operar a loja física com sucesso é preciso olhar o que os outros canais que estão crescendo mais estão fazendo de novo. Um exemplo disso é a LIDL, rede de lojas de desconto, que aproveitou a crise na Europa e fez dela uma porta de entrada para novos consumidores que buscavam preço baixo. A organização usou essa oportunidade para melhorar seu relacionamento com os clientes e oferecer mais do que preço baixo”, afirmou o diretor de Atendimento ao Varejo Nielsen Brasil, Roberto Butragueño, durante palestra na Convenção ABRAS 2019.

 

Transformação digital

 

“A loja física conviverá durante muito tempo com a digital. Seja qual for o modelo de expansão do seu negócio ou o ambiente de atuação, é preciso sempre garantir a excelência no atendimento e a melhor experiência de compra”, disse o diretor-geral do Covabra Supermercados, Ronaldo dos Santos. O executivo foi o moderador do painel “Estratégia de expansão: crescer para não perecer” , desta quinta-feira, último dia do evento, que desde o dia 19 acontece no Riocentro, no Rio de Janeiro.

 

Para o presidente da Bloomin´Brands International no Brasil, grupo detentor da marca Outback, Pierre Berenstein, a transformação digital é um processo sem volta que está mudando radicalmente hábitos de consumo. Portanto, é fundamental estar atento a isso e mudar para acompanhá-la. No entanto, a relação com o consumidor é humana. É preciso ouvir o cliente, oferecer a melhor experiência em qualquer ambiente – on ou off-line – e ter agilidade e flexibilidade para fazer as mudanças necessárias no negócio. “Cada vez mais a gente vai concorrer para atender o cliente da forma que ele quer”.

 

De acordo com o diretor-presidente da Rede Confiança Supermercados, Jad Zogheib, a organização da qual está à frente permanece atenta aos passos da concorrência em termos de canais e formatos, além das oportunidades relativas à inovação. “Na nossa região, Bauru (SP), passamos por muita movimentação com grandes redes entrando e saindo, além do atacarejo. Nós estamos investindo para atender o cliente da forma que ele deseja. Temos e-commerce, drive-thru e self-checkout. Também já estamos investindo em lojas de vizinhança menores. Somos ágeis na tomada de decisões. Contudo, o mais importante é criar um ambiente agradável dentro da loja e atender bem o cliente onde ele estiver”.

 

Clique aqui e veja mais sobre a Convenção ABRAS 2019.

 

A cobertura completa do evento estará na edição de maio de revista SuperHiper.

 

 

Redação Portal ABRAS