Notícias de Mercado

04/02/19

Aumento das importações de lácteos no primeiro mês de 2019

No acumulado de 2018, a importação de lácteos caiu 9,9% em volume e 14,1% em gastos em relação a 2017, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

 

No entanto, isso ocorreu por conta de um primeiro semestre fraco em termos de volume importado, considerando que na segunda metade do ano o país importou 27,8% mais em volume que igual período de 2017 e aumentou em 21,7% as despesas.

 

Os maiores fornecedores em valor, foram a Argentina e o Uruguai, com 55,2% e 29,2%, respectivamente. Ou seja, 84,5% do total adquirido em 2018 veio dos nossos vizinhos. O principal produto comprado foi o leite em pó. O Brasil adquiriu, 96,7 mil toneladas, dispendendo US$271,47 milhões.

 

No parcial de janeiro de 2019, até a quarta semana, a média diária foi de US$1,93 milhão em gastos com as importações de lácteos, aumento de 11,9% em relação a dezembro último e 30,7% mais em relação a igual período do ano passado.

 

Fonte: Scot Consultoria